Emed – Empreender na Fileira do Medronho

Inovação social ao serviço do desenvolvimento económico e do desenvolvimento rural

O projecto Emed constitui um processo activo ao nível da animação de rede, da pesquisa e disponibilização de informação, da formação, da promoção e representação (tanto interna como externa), assumindo-se como uma plataforma estratégica e inovadora, ao serviço dos agentes do sector do medronho. Um dos alicerces deste processo é o fomento de soluções colaborativas com vista ao desenvolvimento da fileira no geral, promovendo interacções entre produtores, entre estes e outros agentes da fileira (investigadores, empresas de transformação, técnicos especialistas…) e entre organismos públicos e empresas.

A plataforma Emed

A plataforma Emed pretende ser uma ferramenta de comunicação de grande alcance, reconhecida pela importante contribuição para o acesso a conhecimento e informação especializada, para a qualificação da produção nacional e para a visibilidade do sector, em termos nacionais e internacionais.

Esta plataforma virtual é pioneira em Portugal na abordagem ao tema da fileira do medronho pela perspectiva do/a empreendedor/a, constituindo também uma ferramenta colaborativa, na qual os agentes da fileira são convidados a participar de formas diversas, designadamente através de:

  • Inscrição do seu negócio – quando já em fase de produção – no Mapa de Produtores (formulário);
  • Divulgação de projectos de investigação (email);
  • Envio de informação sobre notícias e eventos (workshops, feiras, jornadas técnicas), documentação, bibliografia, ligações de interesse, etc. (email);
  • Envio de sugestões de artigos e conteúdos a incorporar no site (email);
  • Contribuição para o levantamento de informação para caracterizar a fileira, nomeadamente através do preenchimento do inquérito geral para produtores de medronho ou do inquérito exclusivo para destiladores de aguardente de medronho.

 

O projecto Inov@sFileiras

Âmbito e objectivos

A plataforma Emed foi lançada enquanto um dos objectivos do Inov@sFileiras, um projecto operacionalizado através de uma rede de parceiros que tem como âmbito de intervenção a observação sobre um conjunto de fileiras emergentes e inovadoras: as fileiras das Plantas Aromáticas, Medicinais e Condimentares (de recolha silvestre ou de produção), do Medronho (em produção florestal ou em pomar), do Figo da índia (para fruto ou forragem) e dos Cogumelos (silvestres ou produzidos).

Mais especificamente, o projecto incide sobre a observação destas fileiras funcionando como plataforma de levantamento e disseminação de informação e de animação de rede, com destaque para os aspectos de inovação por elas desenvolvidos. Estas fileiras, pelo seu carácter inovador, mas ainda imaturo, carecem de soluções tecnológicas mais eficazes quer ao nível da produção, quer ao nível da transformação. O projecto considera estas fileiras enquanto cadeias de valor desde a sua produção (florestal ou agrícola, conforme o caso) até à sua valorização agro-industrial, abordando ainda a organização da comercialização, numa perspectiva de desenvolvimento rural, uma vez que se pretende disseminar e valorizar opções de diversificação agrícola e florestal do espaço rural.

A metodologia do projecto cruza-se directamente com os temas prioritários da área de intervenção Inovação, definida no Plano de Acção da Rede Rural, sendo norteada por cinco objectivos correspondentes:

  • Objectivo 1) Promover o conhecimento actualizado sobre as novas fileiras emergentes (Plantas Aromáticas e Medicinais, Medronho, Cogumelos e Figo da Índia), bem como das necessidades de inovação das mesmas;
  • Objectivo 2) Capitalizar informação e resultados de projectos promovidos ao abrigo do processo Provere do projecto EPAM e de outros projectos inovadores associados às novas fileiras;
  • Objectivo 3) Transferir conhecimentos técnicos ao sector, desde a produção (agrícola ou florestal) destas novas fileiras, até à valorização agro-industrial;
  • Objectivo 4) Assegurar o desenvolvimento e animação de Redes Temáticas para cada uma das fileiras envolvidas;
  • Objectivo 5) Promover a incorporação dos aspectos inovadores de sucesso ao nível dos produtores e transformadores destas fileiras.

 

Arbutus – Associação Para Promoção do Medronho

A Arbutus – Associação Para Promoção do Medronho é o parceiro do projecto Inov@sFileiras responsável por coordenar as actividades para a fileira do medronho e, como tal, a entidade que gere a plataforma Emed.

Fundada em 2015, a Arbutus tem como missão fundamental a promoção nacional e internacional da cultura do medronho.

 

O projecto Inov@asFileiras e a Plataforma Emed são financiados por: